sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Confira como será o final da novela A Força do Querer

 ENTRETENIMENTO 
Caio e Bibi terão cena romântica no final
(Foto: Reprodução TV Globo)
O final de A Força do Querer dará um giro de 360 graus na vida de seus personagens para colocá-los de volta ao ponto de partida. Zeca (Marco Pigossi) e Ruy (Fiuk) descobrirão que as águas do rio que os uniram também trouxeram a "sereia" que os separou. Bibi (Juliana Paes) terá uma cena idêntica à do fim de seu noivado com Caio (Rodrigo Lombardi), só que dessa vez em uma reconciliação. Reviravoltas desse tipo estão programadas para mudar o destino dos principais personagens.

Ivan (Carol Duarte) recomeçará sua história com Cláudio (Gabriel Stauffer) em uma sequência planejada para indicar que de uma bela amizade pode nascer o amor, assim como aconteceu quando o transgênero ainda era uma mulher que não se identificava com o próprio corpo. Os dois surgirão na praia em clima íntimo na última cena da trama.

Se é possível um homem heterosexual se apaixonar por um homem trans, Gloria Perez não dará essa resposta em sua trama. Como sempre diz a autora, "é preciso voar".

Zerada para recomeçar
E Gloria Perez irá longe, avançará sua história no tempo para mostrar Bibi anos à frente, após ter cumprido sua pena por incendiar o restaurante de Dantas (Edson Celulari). A Perigosa ganhará um final feliz com direito a lançamento de livro e à vida que tinha antes de trocar Caio por Rubinho (Emilio Dantas).

Crime não compensa
A novela mostrará que o crime não compensa. Toda a quadrilha de traficantes será punida. Em meio a tantas pistas falsas que surgiram nos últimos dias, a única certeza é a de que a dupla de mandachuvas do Morro do Beco será baleada. Quem não morrer, vai ser preso.

Jeizeca e a prole
Uma casa cheia de filhos para Jeiza (Paolla Oliveira) e Zeca (Marco Pigossi). Após ganhar o cinturão, que sempre foi seu grande sonho, a lutadora voltará para os braços do seu marrento. Além de Ruyzinho (Lorenzo Souza), o casal sugirá com filhos gêmeos.

Instinto de "sereia"
Ritinha (Isis Valverde) tem coração, apesar de gostar mais de si mesma como costuma dizer. Seu grande amor é o filho, Ruyzinho. Ela fugirá com o menino, mas acabará seduzida pela liberdade de "nadar em outros mares". Com o salto no tempo, o público verá que  a "sereia" ficou internacional e foi trabalhar em um parque aquático nos Estados Unidos.

Noiva de novo
Cibele (Bruna Linzmeyer) também voltará a ser noiva e vai se casar, só que é com ela mesma. Empoderada, a personagem mostrará que não precisa de homem nem para realizar esse sonho.

Divas na vida e nos palcos
Mariana Xavier e Silvero Pereira, intérpretes de Biga e Nonato/Elis Miranda, virarão divas. A secretária ganhará uma nova vida graças a sua beleza fora do padrão. Ela se tornará modelo plus size. Já Nonato será demitido após ser desmascarado por Eurico (Humberto Martins). Depois de uma baita confusão, o emrpesário o perdoará e dará seu apoio ao ex-funcionário para decolar na carreira musical. Elis passará a viver da sua arte sem precisar mais se "montar" de motorista.

Homenagem a Rogéria
A primeira novela a mostrar a transição completa feita por um homem trans contará com uma homenagem a Rogéria, que morreu no mês passado. Elis Miranda será a responsável por "recitar" o texto que relembrará a história da transexual. Fotos de Rogéria serão exibidas em um telão. Elis se juntará às Divinas Divas Jane Di Castro, Camille K e Eloína dos Leopardos para cantar a música Alô Alô Brasil, de Eduardo Dusek.

Sequestro e tratamento
Diante da filha em perigo por ter se envolvido com um agiota, Silvana (Lilia Cabral), enfim, reconhecerá que é viciada em jogos e procurará tratamento. Ela verá Simone (Juliana Paiva) ser sequestrada no começo do último capítulo. Mas a mulher de Eurico também terá direito a um final feliz. A arquiteta mostrará que, com tratamento, controlará à compulsão e terá uma vida normal. 
(Fonte: Notícias da TV)

Impress gráfica e comunicação visual


Com mais 34 mil vagas, setembro é o sexto mês de saldo positivo de emprego

 ECONOMIA 
No ano, o saldo de empregos com  carteira assinada
está acumulado em 208.874
O mês de setembro registrou aumento de 34.392 vagas nos postos de trabalho com carteira assinada. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado hoje (19) pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Este é o sexto mês seguido em que foram abertas mais vagas de trabalho formal.

No acumulado do ano,  o saldo positivo chega a 208.874 empregos, um aumento de 0,5% em relação ao estoque de empregos de 2016.

A Região Nordeste novamente foi a que gerou mais postos de trabalho com 29.644 vagas. Em seguida, vêm as regiões Sul, com 10.534, e Norte, com 5.349. Já nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, houve redução nos postos, com quedas respectivas de 8.987 e 2.148 empregos.

Entre as 27 unidades federativas, 20 tiveram saldo positivo. Pernambuco foi o estado que teve melhor resultado, com 13.992 vagas abertas. Em seguida, aparecem Santa Catarina, com 8.011; Alagoas, com 7.411; Pará, com 3.283, Paraná, com 2.801, Bahia, com 2297 e Ceará, com 2.161.

Os destaques negativos foram o Rio de Janeiro, com redução de 4.769 vagas; Minas Gerais, com menos 4.291, e Goiás ,com menos 3.493 postos.

Dos oito setores pesquisados, os números do Caged mostram que, em setembro, quatro registraram aumento nos postos de trabalho. No mês passado, o setor da indústria de transformação puxou a geração de empregos, com 25.684 postos. No mês anterior, a liderança foi do setor de serviços. Destacaram-se também em setembro, comércio, com 15.040 vagas; serviços, com 3.743 e construção civil, com 380.

Houve retração nos setores de agropecuária (menos 8.372 vagas); serviços, indústrias de utilidade pública (menos 1.246); administração pública (menos 704) e extrativo mineral (menos 133).
(Fonte: Agência Brasil)

Eternize seus momentos com Fábio Guedes Fotografia


Trecho de rua de Venceslau passa a ser mão única

 TRÂNSITO 
Trecho da Siqueira Campos fica próximo a
Paróquia Santo Antônio
A Prefeitura Municipal de Presidente Venceslau, por meio do Setor de  Trânsito, comunica que a Rua Siqueira Campos, entre as avenidas Princesa  Isabel e Dom Pedro II, virou mão única. A Siqueira Campos para quem não  sabe é a rua da Paróquia Santo Antônio de Lisboa.

O sentido da rua a partir de agora ficará bairro-centro, ou seja, será  permitido somente o sentido de quem vai da igreja para a escola Álvaro Coelho.

O chefe do setor de trânsito da prefeitura, Enéas Ramsdorf, explica que a mudança é para melhorar o fluxo de veículos em dias de missa e dar mais segurança aos alunos da Escola Álvaro Coelho.

Novas faixas foram pintadas no local e o estacionamento do trecho ficará 45º graus para que mais carros possam ficar parados em dias de missa e também durante o dia.

“A rua recebeu novo recapeamento e isso até facilitou para pintarmos as faixas de pedestres e estacionamento em 45º graus. Entendemos que a mudança de sentido único era necessário e resolvemos implantar. Agora é importante que a população fique atenta e não ande na contramão”, disse.
(Fonte: A.I PMPV)

Super desconto em Canto do Olho


BC lança campanha para uso consciente do cartão de crédito

 ECONOMIA 
Foco da campanha são as classes D e E, que têm 
mais dificuldade para  pagar  em  dia  a  fatura 
do cartão de crédito
O Banco Central (BC) e a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) lançaram hoje (19) uma campanha para estimular o uso consciente do cartão de crédito. A ação prevê a divulgação de nove vídeos educativos sobre o uso do cartão, além de posts nas redes sociais com o tema “Se passar o cartão, não passe dos limites”.

A campanha, exclusivamente na internet, vai custar R$ 150 mil ao BC e R$ 200 mil à Abecs. O diretor de Relacionamento Institucional e Cidadania do Banco Central, Isaac Sidney, destacou que os brasileiros têm cada vez mais acesso a produtos e serviços financeiros, mas é preciso garantir informação de qualidade, educação financeira e proteção aos direitos dos cidadãos. “Por exemplo, na última pesquisa realizada pela Abecs e pelo Instituto Datafolha, 21% dos entrevistados afirmaram que a última fatura está acima do que podem pagar. Podemos perceber que há espaço para ações de conscientização e de educação financeira”.

O foco da campanha são as classes D e E, que, segundo a pesquisa, têm maior dificuldade para pagar a fatura do cartão de crédito. “Desses 21% que acreditam que suas faturas são altas para suas possibilidades, 33% pertencem às classes D e E. Vejam que a falta de educação financeira penaliza de forma mais intensa as camadas mais vulneráveis da população”, acrescentou Sidney.

De acordo com Sidney, do total de 250 mil reclamações de cidadãos recebidas pelo BC este ano, cerca de 10% referem-se a cartão de crédito. Sidney destacou que o BC adotou outras medidas recentemente para melhorar reduzir o custo do crédito e melhorar a educação financeira, como a compatibilidade das máquinas de cobrança com todas as bandeiras de cartão, a autorização para diferenciação de preços por instrumento de pagamento e as novas regras do rotativo do cartão de crédito. O rotativo é o crédito tomado pelo consumidor quando paga menos que o valor integral da fatura do cartão. Com vigência desde abril deste ano, a medida determinou que os saldos das faturas só podem ser financiados de forma rotativa até o vencimento da fatura seguinte. Depois disso, o saldo deve ser parcelado.

O objetivo da medida era reduzir a taxa de juros do rotativo, a mais alta entre as modalidades para as pessoas físicas nos bancos. De acordo com o BC, a taxa de juros do rotativo do cartão de crédito para quem paga pelo menos o valor mínimo da fatura chegou a 221,4% ao ano em agosto. A taxa cobrada dos consumidores que não pagaram ou atrasaram o pagamento do mínimo ficou 506,1% ao ano. Com isso, a taxa média da modalidade de crédito chegou a 397,4% ao ano.

Em março de 2017, antes do início das novas regras, a taxa estava em 431,1% ao ano. O presidente da Abecs, Fernando Chacon, disse que o compromisso do setor com o regulador do mercado, o BC, era reduzir pela metade a taxa de juros para os consumidores que pagam a fatura em dia.

Chacon acrescentou que “ninguém se orgulha dos juros praticados no país”, mas já houve avanço com a medida do rotativo do cartão de crédito.

“De fato a gente está recomendado que paguem a fatura em dia. As pessoas não devem usar financiamento se não for necessário”, disse.
(Fonte: Agência Brasil)

Dr. Luiz Roberto atende em Presidente Venceslau


Termina hoje prazo para aderir o Refis em Venceslau

 ECONOMIA 
Prefeitura atende nesta sexta até às 13h30
(Foto: Arquivo PB)
Termina nesta sexta-feira (20) o prazo dado pela Prefeitura Municipal de Presidente para as pessoas possam aderir o Programa de Recuperação Fiscal - REFIS. Os interessados podem procurar o Setor da Lançadoria, no Paço Municipal, para saber quais os procedimentos são necessários para participar do programa.

De acordo com a Lei do programa, o contribuinte que tem dívida com o município de Presidente Venceslau, poderá requerer a quitação integral, bem como o parcelamento, com a exclusão das multas, juros moratórios e honorários, quando devidos, até o dia 20 de outubro de 2017. Ainda segundo a Lei, o contribuinte devedor que optar pela quitação integral ou o parcelamento de qualquer débito, no prazo previsto nesta lei, fará jus ao regime especial de consolidação da dívida, respeitando a origem e a natureza, podendo a mesma ser parcelada com exclusão de multas, juros moratórios e honorários advocatícios.

O contribuinte terá 100% de desconto quando o pagamento for realizado à vista, até o dia 20 de outubro de 2017. Outra alternativa é 90% de desconto,  para pagamento em 03 parcelas mensais e consecutivas, com inicio em 20 de outubro e termino em 20 de dezembro de 2017. Nesse caso, o valor mínimo de cada parcela mensal não poderá ser inferior a R$ 
50,00.

Os contribuintes com débitos tributários e não tributários já parcelados, poderão aderir ao REFIS pelo saldo devedor da dívida até a data da adesão.

Serviço
Mais informações entre em contato com o Setor de Lançadoria da Prefeitura Municipal de Presidente Venceslau pelo telefone: 3272-9090.

Bom e barato é em João Móveis


Com câncer terminal, Mister M pede ajuda para tratamento

 O TERROR DOS MÁGICOS 
Val Valentino, o mágico Mister M ficou famoso no
mundo todo ao revelar truques de mágica
(Foto: Divulgação)
O mágico Val Valentino, conhecido no Brasil pelo apelido de Mister M, usado no quadro que teve no Fantástico nos anos 1990, está com câncer terminal na próstata, segundo o programa Balanço Geral, da Record. À atração, o americano de 61 anos afirmou que está com dificuldades financeiras e que conta com a ajuda de um amigo brasileiro, que iniciou uma espécie de vaquinha online para arrecadar 45.000 reais para fazer uma cirurgia.

“Dois anos atrás, eu fui diagnosticado com algo muito ruim na próstata. Não vou falar o nome”, disse em depoimento enviado ao programa. “O urologista que descobriu me disse que eu tinha menos de um ano e que eu teria que operado, ou estaria morto. A única coisa que ele poderia fazer era a cirurgia, quimioterapia, radioterapia, e eu não queria fazer isso. Então perguntei quanto tempo eu teria. Seria um ano. E fui embora do consultório. Não tomei a medicação que ele gostaria que eu tomasse por causa dos efeitos colaterais, que eram terríveis. Um ano depois do diagnóstico, eu continuava vivo e isso foi incrível.”

“Estamos falando sobre cinco anos não tendo condição de trabalhar porque eu não tinha como entrar no avião, porque a próstata inchava e eu tinha outros problemas”, ele continuou “Eu acabei com as minhas economias.” Em seguida, ele agradeceu aos brasileiros que contribuírem com a vaquinha. “Eu amo todos vocês, o Brasil é a minha casa e seria o lugar onde eu viveria se não morasse nos Estados Unidos.”
(Fonte: Veja)

Mês das crianças no Bonfim


Funcionário bêbado não pode ser demitido por justa causa

 JUSTIÇA 
Funcionário embriagado no trabalho não pode ser
 demitido por justa causa
Uma empresa não pode demitir por justa causa um funcionário que compareceu ao trabalho aparentando estar bêbado. Para a Justiça, se o empregado comparecer ao serviço aparentando estar alcoolizado ou sob efeito de entorpecentes, deve ser advertido e, caso faça isso uma segunda vez, deve ser encaminhado para tratamento.

O entendimento do TST (Tribunal Superior do Trabalho) foi aplicado no caso da demissão de um supervisor de movimentação de cargas em plataforma de petróleo.

A justa causa só se justifica se o funcionário já tiver sido encaminhado pela empresa para tratamento no INSS, por se tratar de indício de uma doença, e, ainda assim, volte a trabalhar embriagado.

O tribunal também avaliou que, para atestar a gravidade da falta, é necessário comprovar o grau de embriaguez do trabalhador. A demissão não pode ser justificada somente em suposto cheiro de álcool, como foi feito no caso da demissão do supervisor de movimentação de cargas.

O tribunal decidiu reverter a demissão por justa causa do ex-funcionário. Deste modo, o supervisor terá direito às verbas rescisórias garantidas na dispensa sem justa causa, como férias proporcionais e férias vencidas acrescidas de abono (um terço do valor das férias vencidas e proporcionais), 13º salário proporcional e multa de 40% sobre o saldo do FGTS.

Qual é a regra
Se o funcionário comparecer ao serviço bêbado, poderá levar advertência caso apresente mau comportamento e indisciplina

Se o caso se repetir, a empresa não pode demiti-lo por justa causa

O empregador deve encaminhar o funcionário para tratamento no INSS

Tratamento:
Ele terá direito ao auxílio-doença caso a perícia médica do INSS confirme que tem dependência alcoólica ou de entorpecentes

A demissão por justa causa só poderá ocorrer se o empregado voltar a trabalhar bêbado após o tratamento.
(Fonte: Tribunal Superior do Trabalho)

30% de desconto em toda loja nesta sexta e sábado na A+


Manchetes desta sexta

 PRINCIPAIS JORNAIS DO PAÍS 
Folha de S. Paulo
Por votos na Câmara, Temer promete não privatizar Congonhas
O Globo
Investimentos só devem se recuperar em 7 anos
O Estado de S. Paulo
Base rejeita pauta de Temer para economia após denúncia

Bom dia sexta-feira...

 FRASE DO DIA 

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Assassino do venceslauense Tenente Miron é preso em São Paulo

Violência
 CRIME ACONTECEU EM MARÇO 
Miron era policial aposentado e trabalhava
 em empresa de segurança (Foto: Arquivo)
Foi preso na madrugada desta quinta-feira, dia 19, o suspeito de assassinar o venceslauense Carlos Roberto Miron, de 60 anos. 

O 2º Tenente PM Miron era policial aposentado e sofreu um assalto no dia 02 de março deste ano, quando dirigia seu veículo GM Montana na Avenida Bandeirantes, Zona Sul de São Paulo. Miron foi baleado na cabeça e não resistiu aos ferimentos.

Por volta das 4 horas desta madrugada, equipes do 96º DP do Brooklin e Corregedoria da Divisão PM Vítima realizaram uma operação e invadiram a Favela Heliópolis, prendendo o suspeito Givanildo Alves Rocha, que teria sido o autor do roubo que resultou na morte do Tenente. 

Givanildo foi reconhecido por ao menos três testemunhas. O suspeito teve a prisão preventiva decretada e está à disposição da justiça.

Água mineral é Santa Inês


Inscreva-se já no vestibular da Faculdade Anhanguera em Venceslau

Educação
 EAD E SEMIPRESENCIAL 
Uma ótima notícia para os estudantes que buscam aperfeiçoar os conhecimentos com o ensino superior. Presidente Venceslau já está com inscrições abertas para o primeiro vestibular da Faculdade Anhanguera. A novidade está sendo comemorada por jovens e adultos que terão oportunidade de ingressar em uma universidade renomada em todo o país. As provas do vestibular serão no próximo dia 21 de outubro.

O polo Anhanguera em Presidente Venceslau terá início das aulas em fevereiro de 2018, e o vestibular do próximo dia 21 é o primeiro, porém, os estudantes terão novas oportunidades de participar de vestibular agendado em novembro, dezembro e janeiro. Basta inscrever-se no site da Anhanguera  (clique aqui).

A Faculdade Anhanguera é uma conquista do Grupo Educacional do Escoteco em Presidente Venceslau, e terá um prédio moderno com laboratório de informática,  salas de tutoria, sala de estudos, biblioteca e telesalas, além de banheiros com estrutura para portadores de necessidades especiais, secretaria e recepção. A unidade será instalada na rua Castro Alves, 566, frente ao Escoteco.

Os cursos serão de graduação, tecnólogos, pós-graduação, e 2ª licenciatura. Todos são reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC), e o aluno poderá ter aulas no formato Educação à Distância (EAD) e semipresencial.

As aulas na modalidade semipresencial contam com um professor tutor, que age como mediador da interação entre o professor e alunos, esclarecendo possíveis dúvidas dos estudantes durante a teleaula. Além do tutor, a aula conta também com intérprete de libras.

Cursos
Licenciatura
Os cursos oferecidos pela Anhanguera Polo de Presidente Venceslau são Administração (EAD e semipresencial). Ciências Contábeis (EAD e semipresencial), Ciências Econômicas (EAD e semipresencial), Letras (EAD e semipresencial), Ciências Biológicas (EAD e semipresencial), Geografia (EAD e semipresencial), Matemática (EAD e semipresencial), História (EAD e semipresencial), Pedagogia (EAD e semipresencial), Artes Visuais (EAD e semipresencial), Sociologia (EAD e semipresencial), Formação Pedagógica (EAD e semipresencial), Serviço Social (EAD e semipresencial), Letras – Espanhol (EAD e semipresencial), e Letras – Inglês (EAD e semipresencial).

Tecnólogo
Análise de Desenvolvimento de Sistema (EAD e semipresencial), Gestão Ambiental (EAD e semipresencial), Gestão Comercial (EAD e semipresencial), Gestão de Recursos Humanos (EAD e semipresencial), Gestão Financeira (EAD e semipresencial), Gestão Hospitalar (EAD e semipresencial), Gestão Pública (EAD e semipresencial), CST em Logística (EAD e semipresencial), CST em Marketing (EAD e semipresencial), CST em Processos Gerenciais (EAD e semipresencial),  CST em Gestão Empreendedora ( EAD e semipresencial), CST em Marketing Digital (EAD e semipresencial), CST em Gestão Industrial (semipresencial), CST em Segurança Empresarial e Privada (semipresencial), CST em Gestão de Segurança Pública (EAD e semipresencial), CST em Serviços Jurídicos e Notariais (EAD e semipresencial), e CST em Gestão de Produção Industrial (EAD).

Serviço
Para mais informações a Anhanguera disponibiliza o telefone (18) 3272 1151. A fanpage é Anhanguera Venceslau. Atendimento no Escoteco

Aproveite as condições para ter o seu terreno no Residencial Matarazzo em Venceslau


Reserve sua mesa para a Feijuca no Burrão em Venceslau

Cidade
 PROMOÇÃO 

Neste sábado (21) a partir das 12 horas tem super  Feijuca do Burrão, com música ao vivo de Estácio Lima. E a promoção  Chopp em dobro até as 17 horas.

Feijuca a vontade, confira o cardápio.

Mandioca frita com bacon,
Pastéis de carne seca,
Torresmo,
Bisteca suína,
Linguiça toscana,
Couve refogada,
Torresmo,
Vinagrete,
Arroz branco,
E aquela incomparável Feijuca do burrão.

Reservas de mesas pelo telefone (18) 3271-7533.

Cacau Show atende no Ulian em Venceslau


MEC libera Prouni para professor já formado fazer segunda licenciatura

 EDUCAÇÃO 
Professores que já tenham ensino superior cursado poderão fazer uma segunda licenciatura com bolsa do Prouni (Programa Universidade Para Todos), sem precisar comprovar renda. A medida faz parte da Política Nacional de Formação de Professores, anunciada nesta quarta (18) pelo MEC (Ministério da Educação).

Segundo o MEC, das 56 mil bolsas do Prouni oferecidas para cursos de licenciatura, 20 mil não são preenchidas. "Para induzir a formação docente, nós vamos ampliar os benefícios para os professores graduados", afirmou a secretária executiva do MEC, Maria Helena Guimarães de Castro.

Segundo ela, uma das principais causas da ociosidade das bolsas são os critérios de renda para participação no programa.

Até então, apenas candidatos que comprovassem renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa podiam concorrer a bolsas integrais. Para bolsas de 50%, a renda familiar deveria ser de até três salários mínimos por pessoa. Além disso, somente candidatos sem diploma de ensino superior podiam participar do programa.

Formação a distância
O MEC ainda anunciou que irá ampliar a oferta de ensino a distância para formação de professores: 75% das vagas da UAB (Universidade Aberta do Brasil), que oferece cursos de ensino a distância de diversas universidades públicas do país, serão reservadas para docentes que queiram fazer o primeiro ou segundo curso de licenciatura –o que corresponde a 187,5 mil vagas.

"Além disso, [será oferecido] um aprofundamento em conteúdos como as TICs [tecnologias de informação e comunicação], matemática e português para os ingressantes nos cursos da UAB", afirmou Maria Helena.

Segundo ela, serão oferecidas ainda através da UAB licenciaturas para todos os componentes da BNCC (Base Nacional Comum Curricular), documento que deve nortear a educação no país e que está atualmente sob análise do CNE (Conselho Nacional da Educação). "Esse é um fator indispensável tanto para a implementação da BNCC como da reforma do ensino médio", disse.

Residência pedagógica
Também como parte da Política Nacional de Formação de Professores, pelo menos 80 mil bolsas serão oferecidas para o Programa de Residência Pedagógica, em que o estudante de licenciatura poderá fazer um estágio supervisionado a partir do terceiro ano do curso em escolas de educação básica.

O objetivo, segundo o MEC, é melhorar a qualidade da formação inicial dos professores. Para isso, deverão ser feitos convênios entre as instituições de ensino superior e a rede pública de ensino.

A medida é uma modernização do Pibid (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência). Atualmente coordenado pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), o Pibid oferece bolsas para alunos de cursos presenciais que façam estágio em escolas públicas e que se comprometam a permanecer como professores na rede quando graduados.
(Fonte: Uol)

Sorveteria Mega tem Açaí no copo


Unicef diz que 7 mil recém-nascidos morrem por dia no mundo

 SAÚDE 
Estudo do Unicef diz que 60 milhões de crianças
menores de cinco anos podem morrer entre 2017 e 2030 
Todos os dias, 15 mil crianças de até cinco anos morreram no mundo em 2016, sendo que 46% - ou 7 mil delas - não resistiram aos primeiros 28 dias de vida, segundo um novo relatório divulgado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) nessa quarta-feira (18).

Apesar de uma queda na mortalidade nos primeiros cinco anos de vida, de 9,9 milhões de mortes em 2000 para 5,6 milhões em 2016, a proporção de recém-nascidos entre as vítimas subiu de 41% para 46% no período, indicou o órgão, que é ligado à Organização das Nações Unidas - ONU.

"Desde o ano de 2000 as vidas de 50 milhões de crianças menores de cinco anos foram salvas, um testemunho do sério compromisso para enfrentar as mortes infantis que podem ser prevenidas", disse em comunicado o chefe de Saúde do Unicef, Stefan Peterson.

"Mas, a menos que façamos mais para evitar que bebês morram perto de seu nascimento, esse progresso permanecerá incompleto. Temos o conhecimento e a tecnologia requerida, só precisamos que isso chegue aos que mais precisam", explicou.

O relatório diz que, caso a tendência se mantenha, 60 milhões de crianças menores de cinco anos morrerão entre 2017 e 2030.

O estudo foi elaborado pelo Grupo Interinstitucional para a Estimativa da Mortalidade Infantil das Nações Unidas, que inclui Unicef, a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Banco Mundial.

"Apesar do progresso, ainda existem amplas disparidades em sobrevivência na infância entre regiões e países. No entanto, muitas das mortes podem ser prevenidas com intervenções de baixo custo antes, durante e depois do nascimento", disse o subsecretário para Assuntos Econômicos e Sociais da ONU, Liu Zhemin.

Disparidades entre países
Essas disparidades entre países se refletem na concentração de mortes de recém-nascidos, com 39% no sudeste da Ásia, sendo que, desse percentual, 24% ocorrem na Índia e 10% no Paquistão.

A África Subsaariana, por sua vez, registrou 38% das mortes de bebês no mundo, das quais 9% ocorreram na Nigéria. Na região, um em cada 36 recém-nascidos morreu. Nos países desenvolvidos, esse índice é de 1 a cada 333.

Entre os menores de cinco anos, as principais causas de morte foram a pneumonia e a diarreia. Por isso, o relatório indica que as soluções passam por melhorar o acesso aos profissionais de saúde durante a gravidez e o nascimento e fazer intervenções em matéria de imunização, lactação e remédios de baixo custo, além de ampliar o acesso à água potável e saneamento básico.
(Fonte: Agência EFE)

Tem sempre um lugar perto de você com Chopp Palazzo


Alunos de creche incendiada em Janaúba voltam às aulas hoje

 RECOMEÇO 
Alunos da creche incendiada agora estudam provisoriamente no prédio da Unidade de Atendimento Infantojuvenil de Janaúba    
Vinte e seis alunos da creche Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente, incendiada em Janaúba (MG) no dia 5 deste mês, voltaram às aulas hoje (19). Eles foram direcionados ao prédio da Unidade de Atendimento Infantojuvenil do município e terão aulas ali até que a creche seja reconstruída.

Na terça-feira (17) e ontem (18), o local foi apresentado aos funcionários da creche e aos pais dos alunos. Além disso, segundo a prefeitura de Janaúba, todas as famílias têm recebido assistência psicológica e social.

Na manhã do dia 5 de outubro, o vigia Damião Soares dos Santos, de 50 anos, entrou na creche, onde trabalhava, e ateou fogo em crianças e nele mesmo. Foram 11 os mortos - nove crianças, a professora Heley Abreu Batista, de 43 anos, e o autor do ataque, além de 48 pessoas feridas.

A reconstrução da creche Gente Inocente será financiada por um grupo de empresários de Janaúba e Montes Claros e a previsão de retomada das aulas no local é no início de 2018.
(Fonte: Agência Brasil)

Preço e qualidade é em COOPERótica


Candidatos podem consultar local onde farão o Enem a partir de amanhã

 EDUCAÇÃO 
Os candidatos que vão participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem consultar o local onde farão as provas a partir de amanhã (20). O acesso ao cartão de confirmação da inscrição será liberado às 10h e estará disponível na Página do Participante e também no aplicativo do Enem, nas plataformas Android e iOS.

Para acessar o Cartão basta fornecer o número do CFP e a senha cadastrada na inscrição. Além do local de prova, o documento também informa o número de inscrição, a data e a hora das provas, a opção de língua estrangeira escolhida e os atendimentos específicos e/ou especializados, caso tenham sido solicitados.

Para aqueles participantes que esqueceram a senha, mas lembram o e-mail cadastrado, será enviada uma nova senha. Já o participante que não se lembra da senha, nem do e-mail, mas se lembra do telefone cadastrado, pode receber a nova senha por SMS.

Antes de acessar as informações, os participantes deverão ler um aviso sobre a declaração de comparecimento. A partir desta edição do Enem, o participante que precisar comprovar sua presença na prova deverá imprimir e levar a declaração personalizada, disponível na Página do Participante. No dia da prova, ele deverá apenas colher a assinatura do coordenador de local de prova.

Recomendação
Após conhecer o lugar onde fará a prova, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) recomenda que todos façam o trajeto antes do dia do Enem e verifiquem a distância, o tempo gasto e a melhor forma de chegar ao seu local de prova, para evitar atrasos no dia da aplicação.

Apesar de não ser obrigatório, o Inep recomenda que os candidatos levem o cartão de confirmação no dia da prova para para facilitar o acesso às informações de sua inscrição.

Neste ano, a prova do Enem será realizada em dois domingos. Em 5 de novembro, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos, redação e ciências humanas. No dia 12 de novembro será a vez das provas de ciências da natureza e matemática. O exame será aplicado em 1.724 municípios, para 6.731.203 inscritos.
(Fonte: Agência Brasil)

Novidades todos os dias em Selma Calçados


Sincomércio promove palestra sobre reforma trabalhista

 CIDADE 
O Sincomércio do Pontal do Paranapanema/Alta Paulista promove no dia 25 de outubro, quarta-feira, das 19h às 21h, palestra sobre a reforma trabalhista, que entrará em vigor em 13 de novembro deste ano.

A palestra ocorrerá em espaço cedido pela Uniesp e será proferida por Ângelo A. Tonon, formado em Contabilidade, Pedagogia, Pós Graduado em Gestão de Projetos e Técnico em Segurança do Trabalho. Trabalhou por 37 anos em concessionária de veículos nas áreas Contábil, Recursos Humanos e Gerência. É professor do Senac Presidente Prudente há 27 anos e atualmente também atua em escola particular na área de RH e Departamento Pessoal.

A abordagem foca as relações do trabalho, como era e como ocorrerá a partir de agora com a Reforma Trabalhista. Entre os assuntos tratados, estão: Comparativo entre a legislação atual com as mudanças da reforma; O que pode ser negociado individualmente; Convenção ou Acordo Coletivo: Quem tem maior Valor; Período de vigência de Acordo ou Convenção Coletiva; Exigências para demissão coletiva; Redução da jornada de alimentação (30 minutos); Não cumprimento da jornada de intervalo para alimentação (hora-extra); Tempo de deslocamento em local de trabalho de difícil acesso; Banco de Horas; Férias; Remuneração devida, na jornada de 12x36 – qual o reflexo do dia de trabalho ser feriado; Assistência Sindical (homologação) nas rescisões de contrato de trabalho; Prazo para pagamento de verbas rescisórias; Extinção do contrato de trabalho por acordo; Contrato de Trabalho Intermitente; Contratação de Autônomo; Veicular propaganda em uniforme fornecido pela empresa; Sucessão empresarial: Responsabilidade pelos direitos Trabalhistas; Contribuição Sindical; Contagem do prazo processual; Prevalência do Negociado sobre o Legislado; e E-social (informações básicas para início em 2018).

Serviço
Interessados podem se inscrever ao custo de R$ 80,00. 
Mais informações podem ser obtidas no Sincomércio, na avenida Princesa Isabel, 620, ou pelo telefone (18) 3271-3190. 
(Fonte: Assessoria de Imprensa)

Faça seus exames no Laboratório Roberto Nakata


Rondó questiona se existe medidas em favor do Ipreven

 POLÍTICA 
João Paulo é o presidente da câmara municipal 
Através de requerimento, aprovado na sessão de segunda-feira, 16, o vereador e presidente da Câmara de Presidente Venceslau, João Paulo Arfelli Rondó, questiona se a administração municipal está tomando medida em favor do Ipreven (Instituto de Previdência Municipal).

No documento, Rondó cita “o quadro calamitoso em que se encontra o instituto que cuida das aposentadorias dos servidores públicos municipais, conforme já constatado pela CEI (Comissão Especial de Inquérito), concluída recentemente pela Câmara.

Menciona também que, após a conclusão dos trabalhos da CEI, foi realizada uma reunião na Câmara, que contou com a presença do prefeito, equipe financeira, bem como do Diretor Presidente do Ipreven, onde a administração demonstrou a necessidade de se tomar algumas medidas para solucionar o problema e assegurar os direitos dos servidores públicos municipais.

Por essa razão, Rondó quer saber qual será a medida tomada pela administração para solucionar o problema do Ipreven e garantir o pagamento dos benefícios dos servidores da Prefeitura.

No caso de existir alguma medida a ser tomada, Rondó quer saber se a administração municipal realizou estudos para sua viabilização. Ele pediu ainda para que seja encaminhado “cópia do referido estudo e o responsável pelas informações.” 
(Fonte: Tribuna Livre)

Promoção do dia na Farmais Venceslau


Ansiedade atinge 69% dos consumidores com dívidas atrasadas

 ECONOMIA 
Consumidores inadimplentes sofrem de insegurança,
estresse e angústia por causa das dívidas
O percentual de consumidores brasileiros que sofrem de ansiedade por causa de dívidas atrasadas por mais de 90 dias subiu de 60%, em setembro do ano passado, para 69% no mesmo mês deste ano, segundo levantamento do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Outros sentimentos apontados pelos consumidores inadimplentes são insegurança (65%), estresse (64%), angústia (61%), desânimo (58%), culpa (57%), baixa autoestima (56%) e vergonha perante a família e amigos (51%). Os principais efeitos incluem ficar facilmente irritado (52%) ou mal-humorado (49%), além de ter menos vontade de sair e socializar (45%).

A inadimplência afeta a vida profissional, já que 25% dos inadimplentes admitiram ficar mais desatentos e menos produtivos, alta de 9 pontos percentuais em relação a 2016. Ainda, 21% disseram que perdem a paciência e se irritam com facilidade ao lidar com colegas no serviço.

Vícios
Inadimplentes também recorrem a vícios. Pelo menos 21% deles admitiram descontar os problemas no cigarro, em comida ou no álcool. Enquanto alguns sofrem de insônia (44%) e descontam a ansiedade comendo mais (34%), outros acabam desenvolvendo atitudes contrárias, como perda de apetite (35%) e vontade fora do normal de dormir (36%).

Foram constatadas também atitudes agressivas em 18% dos consumidores com dívidas, sendo que 14% apelaram para agressões físicas. O maior temor com relação às pendências atrasadas é não conseguir pagá-las (36%), ser considerado desonesto pelas pessoas (11%), não conseguir parcelas compras (9%), não arrumar emprego (9%) e não poder mais fazer empréstimos (7%).

Economia
Tentando sanar as contas no vermelho, 76% dos inadimplentes disseram ter deixado de fazer compras parceladas usando cheques, cartões e carnês. Além disso, 74% fizeram cortes ou ajustes no orçamento e 47% deixaram de comprar itens de primeira necessidade.

Nem todos, porém, optaram por economizar, já que 45% admitiram que não deixaram de comprar alimentos supérfluos (como iogurtes, congelados e bebidas) e 36% não deixaram de sair para se divertir. Os que não abrem mão de adquirir, de forma parcelada, roupas e calçados são 29% dos endividados.
(Fonte: Agência Brasil)