sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Brasileiro é preso nos EUA acusado de matar mulher na véspera de Natal

Mundo
 ESFAQUEOU A MULHER 
Marco Lobato Arrais esfaqueou a
mulher, Juliana Sewruk Trizi Arrais
O brasileiro Marco Lobato Arrais, 38, foi preso na noite de véspera do Natal após afirmar ter esfaqueado a mulher, a brasileira Juliana Sewruk Trizi Arrais, 35, na residência do casal em San José, na Califórnia. Levada ao hospital, Juliana não resistiu aos ferimentos.

Segundo a polícia local, Juliana foi encontrada em casa às 18h43 de 24 de dezembro com graves ferimentos. Marco Arrais havia ligado para o serviço de emergência afirmando que tinha esfaqueado a mulher. Marco foi preso, sem direito a fiança, e encaminhado à penitenciária de Santa Clara, também na Califórnia. A polícia disse que não recebeu reclamações sobre distúrbios no local no momento que teria ocorrido o crime. A motivação e as circunstâncias do crime não foram divulgadas pelos investigadores, no entanto, o caso tem sido tratado como incidente de violência doméstica.

De acordo com seu perfil profissional no Linkedin, Juliana trabalhava como gerente financeira da Apple, com formação acadêmica em uma universidade de Chicago. Sua família é de Santo André, na Grande São Paulo. Segundo o jornal local "The Mercury News", Marco tinha histórico de violência doméstica e havia sido preso em fevereiro do ano passado sob a acusação de abusar sexualmente da mulher. Ele teria se declarado esquizofrênico e ficou sob custódia psiquiátrica. O relatório policial diz que, na ocasião, Juliana se concentrou em buscar ajuda psiquiátrica ao marido e não queria que ele fosse preso, além de considerar o comportamento do homem "errático".Descrição: http://t.dynad.net/pc/?dc=5550001892;ord=1483719107437Descrição: https://t.dynad.net/pc/?dc=5550001577;ord=1483719122389

Marco, que teria quebrado os vidros de um carro de polícia com as pernas no momento da prisão no ano passado, iniciou então um programa psicológico de reabilitação, determinado pela Justiça americana, e que estava próximo de seu final quando o assassinato da mulher aconteceu, ainda segundo o "Mercury News". 
(Fonte: Uol)

Nenhum comentário: