terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Polícia investiga morte de detento na penitenciária de Martinópolis

Região
 MORTE SUSPEITA 
Caso ocorreu nesta segunda-feira (09)
(Foto: Reprodução/G1)
A Polícia Civil vai investigar a morte de um preso, de 36 anos, que cumpria pena na penitenciária da cidade, que fica na Rodovia Prefeito Homero Severo Lins em Martinópolis. O caso foi registrado por volta das 14h desta segunda-feira (09).

Conforme a Polícia Civil, o detento passou mal e foi socorrido por um médico da unidade prisional. No entanto, não resistiu e morreu. Em princípio, foi constatado que o preso teve morte natural. Mas o caso, registrado como morte suspeita pela Polícia Civil, será investigado. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) que, após exames, deverá constatar se, de fato, foi morte natural ou se houve algum agravante, como, por exemplo, envenenamento. “A polícia vai instaurar inquérito para apurar se houve algo suspeito”, informou a corporação.

A família do preso já foi comunicada e providencia o transporte para a cidade de origem do indivíduo, que não foi divulgada. De acordo com a Polícia Civil, o detento não apresentava sinais de violência. Na cela, também não havia sinais de crime.

Como parte da investigação, os outros 12 presos que estavam na mesma cela em que a vítima cumpria pena serão ouvidos pela administração penitenciária e também pela polícia, conforme relatou a corporação.
(Fonte: G1 Prudente)

Nenhum comentário: