quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Presos engolem microcelulares e droga em penitenciária de Bernardes

Região
 RAIO-X 
Exame de raios-x constatou a presença
dos materiais dentro dos detentos
(Foto: Divulgação/SAP)
Dois detentos da Penitenciária "Silvio Yoshihiko Hinohara", em Presidente Bernardes, foram encaminhados ao hospital após engolirem microcelulares, fones de ouvido, fios e droga. Os objetos foram localizados dentro dos corpos dos sentenciados nesta quarta-feira (11), durante procedimento de revista geral. Conforme a Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP) informou na tarde desta quinta-feira (12), eles já começaram a expelir os materiais.

Ainda de acordo com a SAP, durante a revista, os detentos "despertaram suspeitas nos agentes de que teriam engolido objetos ilícitos com o objetivo de ocultá-los". "Foram isolados e encaminhados ao Hospital de Presidente Bernardes, onde foram submetidos a exames de raios-x, sendo constatada a presença de objetos estranhos no estômago dos dois reeducandos. Ambos foram removidos ao Hospital Regional [HR] de Presidente Prudente com indicação de cirurgia", explicou a secretaria.

Contudo, no HR, a equipe médica entendeu que não haveria necessidade de procedimento cirúrgico, "sendo prescritos laxantes para evacuação dos objetos". A SAP informou que eles voltaram ao presídio, onde “estão isolados dos demais”. “Até o presente momento, o primeiro sentenciado eliminou seis microcelulares, quatro fones de ouvido e três pedaços de fio através de vômito e evacuação. O segundo sentenciado eliminou, através de vômitos e evacuação, quatro aparelhos microcelulares, duas porções de substância esverdeada que presume-se tratar de maconha e um fone de ouvido”, informou.

A pasta também salientou que os dois presos responderão a Processo Administrativo Disciplinar, “sujeitos às penalidades previstas na legislação”.
(Fonte: G1 Prudente)

Um comentário: