quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Pesquisas após veto aos imigrantes mostram polarização nos EUA

Mundo
 TRUMP 
Decreto proíbe a entrada de viajantes
(Foto: Reprodução) 
Sondagens de opinião pública divulgadas nos Estados Unidos após o decreto do presidente Donald Trump que proíbe a entrada no país de viajantes vindos de países de maioria muçulmana e do anúncio da construção de um muro na fronteira com o México mostram resultados divergentes e uma polarização no país.

A mais recente pesquisa da Reuters/Ipos revela que menos de um terço da população acredita que estará mais segura com as duas medidas. Cerca de 31% dos entrevistados disseram as iniciativas vão trazer um sentimento de maior segurança, enquanto 26% acreditam que estarão mais propensas a ataques de grupos terroristas e 33% afirmaram não ter uma opinião formada sobre o assunto.

A mesma sondagem revelou que 59% dos norte-americanos concordam com a decisão de Trump, mas 41% discordaram. Quando a pesquisa divide os entrevistados por partido, a polarização é ainda mais nítica com 51% dos republicanos totalmente de acordo com o veto aos refugiados e somente um terço dos democratas favorável à proibição.

Já uma sondagem da Quinnipiac University mostrou que 48% dos norte-americanos aprovam a suspensão da imigração de regiões "propensas ao terrorismo", enquanto 42% reprovam a medida.
A mesma universidade realizou uma sondagem em 2015 que constatou que a abertura do país a refugiados sírios, realizada pelo então presidente Barack Obama, desagradou 51% da população. 


No ano passado, a Quinnipiac também indicou vitória de Donald Trump na corrida presidencial, quando a maioria das pesquisas apontava para êxito da candidata democrata Hillary Clinton.
(Fonte: Agência Brasil)

Um comentário:

Dennis Miranda disse...

Ri da foto, kkkkkkkkkkkk