terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Temer quer criar regras para greve de servidor

Brasil
 'SERVIÇOS ESSENCIAIS' 
O presidente Michel Temer quer enviar ao Congresso Nacional sugestões para regulamentar o direito de greve no funcionalismo público. O governo não revelou detalhes, mas os serviços essenciais parecem ser sua maior preocupação. "Pela Constituição, certos serviços essenciais não podem ficar paralisados", afirmou Temer.

Segundo a assessoria da Presidência, o governo está avaliando uma proposta do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) para funcionários de todos os Poderes, que está em andamento.

O projeto exige a manutenção de 50% a 80% dos servidores durante a greve, de acordo com o serviço prestado. A Constituição prevê direito de greve aos servidores, mas exige uma regulamentação.

Enquanto isso não acontece, os funcionários públicos seguem as normas para trabalhadores do setor privado.
(Fonte: Agora São Paulo)

Nenhum comentário: