quarta-feira, 14 de junho de 2017

Operação resgata aves de cativeiro e moradores são multados em mais de R$ 17 mil

Região
 PIRAPOZINHO 
Aves foram resgatadas pela Polícia Militar Ambiental
(Foto: Cedida/PM)
A Polícia Militar ambiental multou em R$ 17,5 mil duas pessoas que mantinham diversas aves em cativeiro em residências em Pirapozinho. A operação foi realizada nesta terça-feira (13). Os pássaros foram soltos na natureza.

Segundo a corporação, a primeira apreensão foi realizada após uma denúncia anônima. No local, o morador alegou ser criador amador e durante a fiscalização foram encontradas 10 aves em situação irregular, sendo exemplares de trinca-ferro, bicudo, inhapim e coleirinho papa-capim. Algumas aves estavam com as anilhas – anel de identificação – adulteradas.

Diante do flagrante, foi elaborado um auto de infração “por ter em cativeiro espécimes da fauna silvestre nativa”, com aplicação de multa de R$ 9,5 mil. As anilhas foram retiradas e apresentadas à Delegacia de Polícia Federal, em Presidente Prudente, pelo crime de falsificação de selo público. As gaiolas foram apreendidas e destruídas. As aves foram soltas em um local natural adequado.

Mais apreensão
No mesmo dia, os militares localizaram em outra residência, também em Pirapozinho, outros pássaros da fauna silvestre em cativeiro.

O envolvido também alegou ser criador amador e no local foram localizadas sete aves em situação irregular, sendo exemplares de trinca-ferro, azulão, coleirinho papa-capim, canário-da-terra e pássaro-preto. As anilhas também estavam adulteradas.

O autor foi multado em R$ 8 mil e as anilhas foram apresentadas à Polícia Federal. As aves foram soltas na natureza. As gaiolas foram destruídas.
(G1 Prudente)

Nenhum comentário: