sexta-feira, 14 de julho de 2017

Carro com estepe pendurado está entrando em extinção

Brasil
 ACABOU A FEBRE 
Projetos novos estão abolindo o pneu reserva exposto, cada vez mais restrita a projetos antigos. Veja quem ainda conta com o item. Ford EcoSport, Citroën Aircross, Chevrolet Spin Activ, Volkswagen CrossFox, Fiat Idea Adventure, Chery Tiggo. O que todos esses carros têm em comum? Todos possuem estepe pendurado na tampa do porta-malas, mesmo sendo veículos de proposta quase estritamente urbana.

Houve um momento em que desenhar um modelo com proposta mais robusta e "aventureira" no Brasil passava necessariamente por projetar o pneu reserva na parte de fora da carroceria. O EcoSport talvez seja o maior ícone desse conceito.
Entretanto, já é possível afirmar que a tendência está aos poucos arrefecendo. Observe os novos SUVs urbanos e hatches aventureiros: Honda HR-V e WR-V, Jeep Renegade, Nissan Kicks, Hyundai Creta e HB20X, Chevrolet Onix Activ, Ford Ka Trail... Nenhum deles traz o estepe à mostra.

Mesmo entre quem tradicionalmente adotava o estilo a situação está virando. Toyota RAV4 e Chery Tiggo, por exemplo, abandonaram a peça na troca de geração -- que, no caso do Tiggo, ainda está para ser lançada. Até utilitários e modelos off-road genuínos, como Suzuki Vitara e Land Rover Discovery, deixaram a "moda" para trás.

Já o Aircross não aboliu a solução de vez, mas na linha 2018 resolveu deixar a quinta roda pendurada no porta-malas apenas em uma das quatro versões oferecidas. Por quê? "Até 2016 as versões com estepe pendurado representavam mais de 50% das vendas. Hoje mal passa de 5%. É uma redução muito drástica", analisa Vitor Klizas, presidente da consultoria automotiva Jato Dynamics. "Muitos clientes gostam do visual, porque dá uma sensação de mais robustez, mas também existe uma parcela importante que prefere o estepe guardado na parte interna, por questão de segurança, para evitar roubos e furtos. Preferimos dar essa opção aos compradores", justificou a UOL Carros Fábio Alves, gerente de marketing de produto da Citroën.
(Uol)

Nenhum comentário: