segunda-feira, 24 de julho de 2017

Detentos são controlados após rebelião e fogo em cadeia em SP

Brasil
 CDP DE PINHEIROS 
 CDP Pinheiros pega fogo no início da tarde desta segunda-feira
Detentos do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, fazem uma rebelião no fim da manhã desta segunda-feira (24). Eles atearam fogo em colchões e cobertas. Dos quatro pátios internos do local, três foram incendiados, segundo a GloboNews.

A SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) informou, por meio de nota, que presos se envolveram em "ato de indisciplina, ateando fogo em colchões". O Grupo de Intervenção Rápida da secretaria foi acionado e entrou na unidade para restabelecer a ordem.

Segundo a SAP, ninguém foi feito refém. Também não há registro de feridos. Por volta das 13h30, o fogo foi controlado. Agentes de segurança colocaram detentos sentados nos pátios, com as mãos na cabeça, para averiguação.

A SAP ainda não confirma o motivo da rebelião. A SSP (Secretaria da Segurança Pública) não vai falar sobre o assunto. Enquanto o incêndio acontecia, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) bloqueou a pista local da marginal Pinheiros, que fica ao lado do CDP. Com receio de possíveis fugas, a PM fez um cerco preventivo no local. Pelas imagens da emissora de TV fechada, era possível ver os detentos atirando objetos para manter as chamas acesas.

Com capacidade para 521 pessoas, o CDP Pinheiros tinha 1.383 homens, segundo dados da SAP. Nos quatro prédios, estão detentos que ainda aguardam por uma audiência e julgamento da Justiça.
(Uol)

Nenhum comentário: