sexta-feira, 21 de julho de 2017

Homem é multado em R$ 15,4 mil por manter em cativeiro animais da fauna silvestre

Região
 PIRAPOZINHO 
Animais foram encontrados em um sítio em Pirapozinho
(Fotos: Cedidas/Polícia Ambiental)
A Polícia Militar Ambiental apreendeu, na manhã desta quinta-feira (20), 15 animais da fauna silvestre e sete da fauna brasileira, entre pássaros e répteis, que estavam em um sítio, em Pirapozinho. O envolvido na ocorrência recebeu um total de R$ 15,4 mil em multa. Entre as aves, inclusive, estava uma arara-canindé, espécie ameaçada de extinção.

Após denúncia, uma equipe policial se deslocou até o sítio e constatou a presença de dez pássaros e cinco répteis da fauna silvestre em cativeiro sem autorização do órgão ambiental, sendo seis papagaios verdadeiros, uma arara-canindé, dois periquitões-maracanã, um tucano de bico verde e cinco cágados-pescoço-de-cobra.

Diante do fato, foi elaborado o auto de infração ambiental na modalidade multa simples, em desfavor do morador, no valor de R$ 12 mil “por ter em cativeiro espécimes da fauna silvestre nativa”, incorrendo no disposto do artigo 25, § 3º, inciso III da resolução SMA – 48/2014. Deste valor, R$ 5 mil são pelo fato de a arara-canindé constar na lista de animais ameaçados de extinção.

Outra multa simples, esta no valor de R$ 3,4 mil, foi aplicada pela introdução no Estado de São Paulo de sete animais da fauna brasileira da espécie jabuti-piranga, sem autorização do órgão ambiental competente. A ação incorre no disposto do artigo 26 da resolução SMA – 48/2014.

Os animais não apresentavam sinais de maus tratos. Eles foram apreendidos e destinados para a Associação Protetora dos Animais Silvestres de Assis (Apass). A ocorrência foi comunicada via ofício à Delegacia da Polícia Civil.
(G1 Prudente)

Nenhum comentário: