quarta-feira, 5 de julho de 2017

PM captura homem condenado por matar policial civil de Rosana

Região
 REGIME FECHADO 
Homem foi condenado a 24 anos de reclusão
(Foto: Reprodução/PM)
Um homem de 63 anos, que foi condenado por matar um investigador da Polícia Civil de Rosana e que estava foragido, foi capturado nesta terça-feira (4) pela Polícia Militar no Centro de Presidente Prudente.

Moacir Ferreira de Barros deverá cumprir a pena de 24 anos de reclusão, em regime inicial fechado, por homicídio qualificado e associação criminosa.

A Polícia Militar recebeu denúncias de que o autor de um homicídio praticado contra um policial civil de Rosana, que estava foragido em decorrência de tal crime, havia sido visto, na semana anterior, em um sobrado na área central de Presidente Prudente.

Com as informações, policiais da Força Tática seguiram até o endereço indicado para averiguação. No local, foi verificado que o imóvel abrigava uma “habitação coletiva”, sendo assim, a corporação realizou monitoramento do prédio.

Algum tempo depois, os militares avistaram um homem, em atitude suspeita, deixando o imóvel. Ele foi abordado e a corporação verificou que se tratava de Moacir, o condenado foragido. Com o indivíduo foi encontrada a quantia de R$ 2,5 mil.

Moacir responderá pelo artigo 121, §2º, I, IV e V, que é cometer homicídio: I – mediante paga ou promessa de recompensa, ou por outro motivo torpe; IV – à traição, de emboscada, ou mediante dissimulação ou outro recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido; e V – para assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou vantagem de outro crime. Também consta que Moacir responderá pelo artigo 288, que configura a associação de três ou mais pessoas para o cometimento de crimes.

O homem foi conduzido à Delegacia Participativa da Polícia Civil de Presidente Prudente, onde permaneceu à disposição da Justiça. O dinheiro foi recolhido e deverá ser entregue a um familiar do condenado.
(G1 Prudente)

Nenhum comentário: