segunda-feira, 24 de julho de 2017

Polícia Ambiental apreende carne de jacaré e homens são multados em R$ 4,7 mil

Região
 DRACENA 
Cerca de 4 kg foram apreendidos
(Foto: Cedida/Polícia Ambiental)
Polícia Militar Ambiental apreendeu 4 quilos de postas de carne de jacaré-tinga, na noite desta sexta-feira (21). O material foi localizado na Vila Barros, em Dracena, após denúncia. Duas pessoas foram autuadas e, juntos, foram multados em mais de R$ 4,7 mil.

Houve denúncia sobre caça pelo local e uma equipe de patrulhamento ambiental flagrou dois indivíduos com pouco mais de 4 quilos de postas de carne, que aparentavam ser de animal silvestre. O material foi examinado e os policiais constataram que se tratava de carne de jacaré-tinga.

As partes e a carne foram conduzidas para a Delegacia da Polícia Civil por infringir o artigo 29, § 1º, inciso III da Lei Federal 9.605/98, que dispõe sobre “matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida”.

Também foi confeccionado pelo policiamento ambiental dois autos de infrações ambientais de multa simples no valor de R$ 2,378,60 cada, totalizando R$ 4.757,20, por ter em depósito produto da fauna nativa sem licença da autoridade competente conforme artigo 25, § 3º, inciso III da resolução SMA-48/14.

A carne ficou apreendida no plantão policial. Pesquisado os antecedentes criminais dos envolvidos, mas nada consta.
(G1 Prudente)

Nenhum comentário: