sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Problema com a PM impediu Papai Noel de distribuir balas em Venceslau

 CIDADE 
Balas foram compradas pela Aciprev mas não foram distribuídas
(Foto: Aciprev)
A Associação Comercial e Industrial de Presidente Venceslau – Aciprev, emitiu nota na manhã desta sexta-feira (08) onde afirma que por questões de ‘segurança’ foi impedida por autoridades policiais de fazer uso de um veículo contratado para o Papai Noel utilizar e distribuir balas para o público que acompanhou a chegada do bom velhinho na noite de ontem (07).

De acordo com a nota, a organização do evento foi surpreendida ‘por uma policial, que alegando ordem superior, nos informou que aquele veiculo não poderia participar da carreata, pois não ofereceria segurança aqueles que estão na carroceria’, diz a Aciprev.

“Para nós cabíamos apenas duas decisões, cancelar a carreata ou seguir com a mesma sem jogar as balas”, diz a nota divulgada pela associação.

O fato do Papai Noel não ter jogado balas durante o percurso da avenida Tiradentes até a Praça Nicolino Rondó causou estranheza na população que reagiu nas redes sociais com críticas ao evento. “Se você acha que sua vida tá ruim imagina a do Papai Noel que nem bala tem mais”, escreveu um internauta no Facebook em alusão ao problema desta quinta-feira.

A Aciprev afirma que comprou mais de 90 quilos de balas e que não pode entregar durante a carreata, mas que na casinha montada na Praça Nicolino Rondó serão distribuídas para as crianças. Leia abaixo nota oficial da Associação Comercial.

"Estamos vindo a público para informar o ocorrido com a falta de balas na Chegada Oficial do Papai Noel.

Como fazemos todos os anos, compramos vários quilos de balas para serem arremessadas durante a carreata de Chegada Oficial do Papai Noel, são mais de 90 quilos de balas. Neste sentido, direcionamos um veiculo exclusivamente para fazer com segurança os arremessos de balas para as crianças.

É um veículo que junto aos demais veículos da carreata, complementa a Chegada Oficial do Papai Noel.

Para a nossa tristeza, fomos surpreendido por uma policial, que alegando ordem superior, nos informou que aquele veiculo não poderia participar da carreata, pois não ofereceria segurança aqueles que estão na carroceria.

Explicamos a ela que fazemos todos os anos desta forma, ela disse que havia comunicado ao comandante da corporação e este disse que não era para liberar.

Tentamos argumentar mais uma vez, foi quando recebemos a noticia que o Tenente viria conversar conosco. Assim, aguardamos sua chegada, o mesmo ao se deparar com o fato, justificou que não poderia mesmo liberar o veiculo.

Queremos registrar os nossos agradecimentos, aqueles que responderam aos nossos ofícios: ao Ilmo. Sr. Capitão - RICHARDISON CAMPOS, Comandante da 1ª Companhia do 42º BPMI, Ilmo. Sr. MAJOR ALEXANDRE FONTOLAN, Sub Comandante do 42º BPMI, Ilmo. Sr. Capitão HELDER BEZERRA CAMATARI, Comandante da Força Tática e Ilustríssimo Senhor TENENTE CORONEL, NUNCIO APARECIDO CHIAMPI, MD. Comandante do 42º BPMI, pois estes ilustres senhores sempre nos atenderam e com a ajuda de cada um, ficávamos, como ficamos, tranquilos, pois tínhamos mais segurança com os serviços prestados por eles a nós e a nossa comunidade durante a carreata.

Não deixando de citar o nosso agradecimento ao Ilmo. Sr.Primeiro Tenente JOÃO HENRIQUE PAPOTI, Comandante do Posto do Corpo de Bombeiros que este ano nos surpreendeu com três veículos acompanhando a carreata e nos concedendo a segurança que necessitávamos.

Não sei quantas carreatas já fizemos em nossa existência, sempre prezamos pela segurança, tanto que nunca fomos alertados de alguma irregularidade.

A sombra da lei, argumentada por aquele que nos proibiu, não havíamos como mudar aquela realidade, mas vemos este mesmo tipo de veiculo sendo usado em outros eventos, onde as carrocerias ficam abertas sem segurança para aqueles que ali estão em cima e, pior, a maioria são crianças.

Para nós cabíamos apenas duas decisões, cancelar a carreata ou seguir com a mesma sem jogar as balas.

O Espírito Natalino veio mais forte em nossos sentimentos e nossa decisão foi seguir em frente o que possibilitou uma carreata com fortes emoções, para aqueles que estavam aguardando.

Investimos R$ 42 mil reais em premiação este ano. São 03 prêmios: um carro zero km, uma moto Honda e um vale compra de R$ 2 mil reais. Uma forma de prestigiar os consumidores que prestigiam o comércio local.

Lembrando que o Papai Noel estará na casinha, de segunda a sexta-feira, a partir das 19h30, acolhendo as crianças e distribuindo balas.

A Associação Comercial deseja a todos um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de alegria, paz e amor."

Nenhum comentário: